Google+ Followers

sexta-feira, 11 de março de 2016

PB-4 SEGURO DE VIAGEM GRATUITO


Assim que recebi o visto provisório de residente permanente para posterior regularização quando chegar a Portugal, compareci ao Posto do INPS, setor de Convênios Internacionais,  localizado na Rua Mexico, 128, térreo  aqui no centro do Rio de janeiro para obter meu PB-4, uma espécie de seguro-viagem gratuito.

Trata-se de  um acôrdo de colaboração do governo brasileiro através do  INPS  com diversos países para atendimento mútuo de seus cidadões durante viagens por um desses países que eram: Brasil, Portugal, Espanha, Italia, Grecia e Angola.

Conforme relatei em postagem anterior, foi muito fácil.  Ao chegar a repartição citada acima tinham dois funcionários disponíveis, fui atendido imediatamente,apresentei a documentação solicitada na época e menos de 10 minutos depois sai com a carta endereçada a repartição pública de Portugal que vai me fornecer uma carteira de saúde assim que chegar lá e que me dará todos os direitos com relação a atendimento médico-hospitalar que um cidadão português tem.

Essa semana retornei ao posto do INSS  acompanhando meu irmão que resolveu viajar  para Portugal em maio próximo e tomei conhecimento de algumas modificações.

Infelizmente o convênio agora só continua valendo para Portugal e Italia, os demais países deixaram de  ter cobertura.  Em compensação, agora qualquer cidadão brasileiro terá direito ao PB-4, independentemente de ter vínculo com o INSS ou não, incluindo até pessoas que não estejam trabalhando, por exemplo.

A documentação necessária agora dispensa comprovação de vínculo com o INSS.  Basta levar os seguintes documentos originais e cópia:


Passaporte com validade mínima de três meses após a viagem.

Identidade


Comprovante de residência.


Formulário de requisição do PB-4 ( pode conseguir e preencher na hora )

Se for solicitar para o cônjuge, levar o passaporte do mesmo.


Local de atendimento no Rio de janeiro:


Rua México, 128, térreo,  setor de Convênios Internacionais,  centro, Rio de janeiro.


Horário de funcionamento: de 09hs as 16hs.


Lembro que este documento substitui a exigência de posse do seguro-viagem para os países que participam do convênio, agora sòmente Portugal e Italia.

Pelo menos no caso de Portugal asseguro que o atendimento do sistema público de saúde  é de excelente qualidade.  Apesar de, diferentemente do Brasil, todos os serviços serem pagos, os preços são irrisórios por cada serviço, como por exemplo, uma injeção, dois ou três euros, uma consulta, dez euros e assim por diante e o que é mais importante, sempre de qualidade igual ou até superior aos serviços prestados por intermédio de planos de saúde pagos.


Então fica a dica para quem vai viajar especificamente para Portugal e Italia.  Procure o posto do INSS da sua cidade qualificado a fornecer a declaração de PB-4 e livre-se de mais esta importante despesa, o seguro-saúde que dependendo do tempo da viagem pode custar bem caro.

Um grande abraço e até a próxima postagem.


Ugo

17 comentários:

  1. Não sei que Portugal visistou, mas o país onde nasci e vivo há 48 anos não deve ter sido.

    As suas postagens são uma ilusão. O custo de vida em Portugal não é o que relata. Quanto a "...o atendimento do sistema público de saúde é de excelente qualidade", já entrou num hospital público sem ter que esperar no minímo 5 horas para ser atendido? Os meus parabéns! É um homem de sorte!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Maria,

      Se em Portugal demoram 5 horas para atender em um hospital público, aqui no Brasil muitas vezes demoram esse tempo para atender no privado. O nosso público é sujo, caótico e totalmente sem recursos, os hospitais não tem sequer uma gaze para um curativo, pessoas deitam no chão por falta de maca, você não faz ideia do nosso cenário caótico aqui no Brasil. Entendo que para uma base comparativa, você ache 5 horas um tempo ruim para Portugal mas desconhece totalmente a nossa realidade.

      Quanto ao resto, segurança, alimentação, custo de vida, Portugal ainda assim é infinitamente melhor do que a nossa realidade aqui.

      Se você tem acesso às noticias do Brasil, sabe o quanto sofremos todos os dias com a insegurança em nosso país, você já passou por uma situação de ter uma arma apontada para a sua cabeça e passar horas nas mãos dos bandidos? eu já, assim como o resto da minha família e pasme, do prédio em que eu vivia que foi todo tomado por bandidos enquanto roubavam os nossos apartamentos.

      Custo de vida? talvez você gaste uns 200 a 300 Euros no mês com mercado e acho que estou exagerando pra cima. Isso representaria 50% do seu salário mínimo, aqui com um salário mínimo você simplesmente não compra a mesma quantidade de comida.

      Você paga um IUC e tem estradas perfeitas, nós pagamos um IPVA e andamos em buracos e estradas que você simplesmente não acreditaria que existem.

      Portugal é o paraíso? não, claro que não, a sua percepção como moradora é correta, mas não desmereça a percepção que os Brasileiros tem do seu país. O seu "ruim" é o "ótimo" para muitos que cá vivem.

      Felicidades.

      Excluir
    2. Não vou nem me estender muito, mas quem não mora no Brasil, não consegue entender que o "ruim" pra eles, é MARAVILHOSO pra gente!

      Demoramos muito mais de 5 horas, às vezes, em pé em uma fila, apenas para conseguir agendar um horário pra daqui há 5 meses... isso se tivermos sorte! Quem sabe? Conheço muitas pessoas que infelizmente faleceram pq não pudeream esperar tanto tempo para serem atendidas... =/

      Seu post foi ótimo e de excelente proveito! Semana que vem irei providenciar meu "B-4 SEGURO DE VIAGEM GRATUITO!" Muito obrigada!

      Enquanto uns tentam contribuir, outros não tem nada a acrescentar...

      Um abraço!

      Excluir
  2. Olá Maria, bom dia!

    Dia 28 de março próximo estarei viajando pela quinta vez, desde 2010, para Portugal com muita animação.

    Sobre seus comentários sobre custo de vida e atendimento médico devo reconhecer que sua experiência de cidadã portuguesa a qualifica tremendamente mais do que eu para opinar sobre os temas.

    Eu já fiz 80 postagens, não sei se leu desde o início mas sempre que emito uma opinião procuro mostrar, além das palavras, com documentos, como notas fiscais.

    Para você ter uma idéia, ainda ontem almocei num restaurante de comida a quilo, no centro do Rio de janeiro e o peso consumido foi em tôrno de 380 gramas e tinha arroz, feijão, dois pedaços de tomate, um pedaço de frango grelhado e uma porção de farofa. Bebi um refrigerante de tamanho normal e gastei um total de R$ 19,00 da comida mais R$ 5,00 do refrigerante. Total pago, R$ 24,00, equivalente, mais ou menos, a 6 euros.

    Quando estou em Lisboa sem a companhia da Eliete, minha esposa, como sempre em bares e pastelarias e minha despesa com os mini-pratos são de 4 euros ou prato normal de 6 euros para consumir, mais ou menos, a mesma comida que como aqui no Rio de janeiro mais um refrigerante e um café.

    Mas esse é sòmente um exemplo. Tem muitos outros.

    O transporte público, por exemplo, uso a carteira com foto mas que, infelizmente, no momento não estou lembrando o nome do plano. Pago 35 euros por mês o que dá um custo diário de 1,17 euros e viajo indefinidamente de ônibus, metro, elétrico, ascensor, elevador, quantas vezes quiser, por dia.

    Aqui no Rio de janeiro pago R$ 3,40, equivalente a 0,85 cêntimos de euro por cada viagem, bem mais caro, não é mesmo?

    Sobre o atendimento médico´público aqui no Brasil é gratuito mas sei que aí em Portugal é pago.

    O que alguns patrícios seus me garantem que apesar de ser pago, o valor é baixo e existe. Aqui no Brasil é gratuito e, pode-se dizer, não existe.

    Então, Maria, a conclusão que chego, primeiro, é que as informações que passei at+é agora no meu blog são verdadeiras e se comparadas, caso a caso, com o que vivencio aqui no Brasil, aí é sempre menos pior do que aqui.

    Fiquei muito feliz com o seu interesse e espero contar sempre com a sua participação.

    Um forte abraço.

    Ugo Esteves

    ResponderExcluir
  3. Ola Ugo,
    Li suas postagens e vi também os comentários e só para completar sobre os transportes, que são caríssimos mesmo usando bilhete único. Por exemplo , fui de Niterói ao Catete (Zona Sul) paguei 3,40 de de onibus+ Barcas 4,90 + 3,70 de metrô. Ida e volta 24 reais, ou seja 4,50 euros. Tudo no Brasil está absurdamente caro. Quanto a saúde publica, não existe. Vivemos um total abandono. É a saúde mais cara do mundo porque pagamos 20 % ao SUS ,para não ter atendimento, e ainda temos que pagar um plano privado que dependo da idade chega a 2.000,00 reais. Então não se pode dizer que é gratuita. Pagamos e pagamos muito, só que não temos atendimento.

    ResponderExcluir
  4. Sou psicóloga e é triste vê tanta gente precisando de atendimento e não ter porque o governa não oferece condições.

    ResponderExcluir
  5. Ola, tirei o pb4 mais agora estou perdida aonde tenho q leva-lo aq em portugal para valida-lo?

    ResponderExcluir
  6. Olá Rafaele, bom dia!

    Você deve ir no Posto de Atendimento Médico mais próximo da sua residência.

    Caso não saiba onde fica poderá informar-me na Junta da Freguesia a que o seu endereço residencial pertence, é muito fácil e simples o procedimento.

    ABS

    Ugo

    ResponderExcluir
  7. Vi no site do Consulado Português do RJ um endereço onde se deve levar o PB4 em Portugal: DAISS - Departamento de Acordos Internacionais de Segurança Social na rua da Junqueira 112, apartado 3072, Lisboa. Só não sei o que é esse apartado, se seria um tipo de seção, setor,...

    ResponderExcluir
  8. Ugo me tirar uma dúvida... Para tira pb_4 tenho que ter a carta convite em mãos.. aguardo resposta... abraços...

    ResponderExcluir
  9. Ugo me tirar uma dúvida... Para tira pb_4 tenho que ter a carta convite em mãos.. aguardo resposta... abraços...

    ResponderExcluir
  10. Sou aposentado.. muda alguma coisa em relação do pedido pb_4.. quais são eles os documentos necessários... obrigado..

    ResponderExcluir
  11. Sou aposentado.. muda alguma coisa em relação do pedido pb_4.. quais são eles os documentos necessários... obrigado..

    ResponderExcluir
  12. boa tarde ugo. tenho o formulario do PB4 . È necessario comparecer em algum lugar em Portugal para valida lo ? vi no site , DAISS em Lisboa, mas ficarei no PortoeAveiro, tem endereço nesses locais? Obrigado

    ResponderExcluir
  13. Ugo, abraços do Grupo Vivendo Portugal, venha nos visitar https://www.facebook.com/groups/vivendoportugal/

    ResponderExcluir
  14. Olá. O horário de atendimento mudou Agora é de 9hr até as 15hr.

    ResponderExcluir
  15. Olá Diogo:

    Grato por atualizar a informação do horário de funcionamento.

    Sua colaboração foi muito importante é sempre que tiver alguma novidade, por gentileza, não deixe de nós comunicar

    Um grande abraço.

    Ugo Esteves

    ResponderExcluir