Google+ Followers

terça-feira, 11 de agosto de 2015

COMO VIVER LEGAL EM PORTUGAL...APOSENTADO!


A minha última postagem foi para mostrar minha frustração com a impossibilidade de permanecer aqui na europa por mais de 90 dias a cada período de 180 dias.

Quem tem essa pretensão e ainda não leu, vai lá na outra postagem, lê rapidinho e depois retorna pra cá.

Não tem a frase que diz que depois da tempestade vem a bonança? pois é, logo depois da ducha de água fria na cabeça que  levei ao me informar por intermédio do excelente blog 360MERIDIANOS que a cada período de 180 dias o turista pode permanecer, direto ou alternadamente, sòmente 90 dias, a Sylvinha, minha filha, me enviou um link do blog  EURODICAS.COM.BR onde dão uma aula completa de  como conseguir um visto de residente em Portugal na condição de aposentado.

O governo Português concluiu que é uma boa medida para o país incentivar a vinda de pessoas aposentadas  para viverem  aqui legalmente, sob determinadas condições.  Isso, segundo eles, faz bem a economia e estimula o comércio.  E até que as exigências não são instransponíveis para uma boa parte dos aposentados no mundo todo, incluindo o Brasil.

Bàsicamente o candidato ao visto de residente deve provar que não tem antecedentes criminais no país de origem, no caso de brasileiros, deve apresentar uma certidão de antecedentes criminais da policia civil do estado onde vive e da polícia federal e autorizar o governo português verificar a sua situação perante a justiça  daqui.

A outra exigência importante é a comprovação do recebimento de aposentadoria superior a um salario mínimo daqui que atualmente é de 505 euros.  A pessoa pode, também, comprovar rendimentos de aplicações financeiras, alugueis e afins.

O restante é sem grandes dificuldades, cumprimento de exigências de cunho administrativo, como preenchimento de formulários, comprovação de local para viver, passagem aérea, etc.

E depois do visto de permanência concedido tem duas condições a serem seguidas.  A primeira, não pode trabalhar e a segunda e passar, no mínimo, seis meses por ano aqui  em Portugal, fácil, né? pra  quem está na minha condição, doido para ficar sempre um pouco mais na terrinha...

Bom, fiz apenas um resumo mas se você quer ter uma aula sobre o tema: VIVER LEGALMENTE EM PORTUGAL ( APOSENTADOS ) vá até o blog  EURODICAS.COM.BR    Lá você ficará sabendo de tudo.


Um abraço, divulgue para o seu pai, tio, avô,  amigo, vizinho e demais pessoas aposentadas que estão pensando em dar um tempo fora do Brasil legalmente.

Até a próxima postagem.


Ugo Esteves

segunda-feira, 10 de agosto de 2015

VAMOS ALMOÇAR?

Olá Pessoal:

                               Resolvi dar Uma de São Tomé, OU SEJA, VER PARA CRER.


                               De nada adianta   falar que pode-se viver em Portugal por Vinte euros ao dia  sem  apresentar  provas sobre o que afirmo, então resolvi mostrar dois exemplos de como pode-se comer bem e barato por aqui.

                               Tirei duas fotos de refeições que fiz hoje é semana passada em dois lugares diferentes totalmente. O primeiro espaço  é o SUPERMERCADOS CONTINENTE, a maior rede de supermercados de Portugal que disponibiliza na sua filial do Centro Comercial Colombo, o maior  supermercado Lisboa.

                                Tem um balcão de comidas prontas com,  pelo menos, uns vinte diferentes tipos de comida.  Você escolhe uma comida, uma funcionária coloca numa embalagem  que pode  ir ao micro-ondas, pesa e te entrega. Aí  você  passa por um caixa bem aolado, paga e  tem acesso a uma área repleta de mesas e  cCadeiras e para se fazer refeições. Nesse Espaço tem  deois micro-ondas  à  suavontade, mas se preferir,  pode seguir aos caixas  normais, pagar elLevar a comida para casa ou outro Lugar qualquer.

                                A foto Mostra o tipo de comida, ESPARGUETE A BOLONHESA numa embalagem e um complemento em outra, de salada de brócolis cozido, delicosa. De um Lado tem uma nota fiscal com os conteudos  descriminados e em cada embalagem, tem o tipo de alimento, peso, preço, o total cobrado, enfim, Tudo.

                                Já  a outra foto é de um dos milhares de botequins  que também podem ser chamados de pastelarias, bar  ou outro nome qualquer mas que, invariavelmente, servem refeições diariamente, a preços inacreditáveis. O  exemplo do que estou  éxibindo E de uma mini-refeição que custa € 4 e além do prato escolhido tem direito,  também,  a um imperial (nosso querido chopp)  durante a refeição e um café expresso  depois que terminar. Deixa eu repetir, tudo isso  por sòmente 4 € !!!

                               O  mesmo Cardápio numa quantidade maior  fica por 6 €, em média.

                                Entao, repetindo O Convite, VAMOS  ALMOÇAR?